Siga nossas redes sociais

Destaque

Dicionário Completo para o Corredor de Rua

Avatar photo

Publicados

em

O dicionário mais completo sobre as palavras usadas no dia a dia do mundo running.

O universo da corrida de rua é vasto e repleto de termos e conceitos que podem parecer complexos para iniciantes, mas são essenciais para o desenvolvimento e aprimoramento dos atletas. Desde técnicas de treinamento até equipamentos específicos, cada aspecto possui sua importância no desempenho e na segurança dos corredores. Este dicionário completo para o corredor de rua foi elaborado com o objetivo de esclarecer e explicar os principais termos utilizados neste esporte, proporcionando uma compreensão mais profunda e facilitando a comunicação entre os praticantes. Aqui, você encontrará definições e descrições que irão auxiliar tanto os novatos quanto os veteranos a aprimorar seus conhecimentos e a se preparar melhor para suas corridas.

A

Adrenalina: Hormônio liberado em situações de estresse, associado à emoção da corrida, aumentando a frequência cardíaca e a prontidão física.
Altimetria: Medição de altitude em relação ao nível do mar, crucial para entender o perfil topográfico de corridas.
Ácido Lático: Resíduo metabólico produzido pelo organismo quando uma pessoa se exercita além do limiar anaeróbio. Causa fadiga muscular e diminui a capacidade do corpo de absorver oxigênio.

B

Batida de ponto: Marcação de tempo em um ponto específico da corrida, usada para avaliar o desempenho e o ritmo do corredor.
BPM (batimentos por minuto): Medida da frequência cardíaca durante a corrida, indicando a intensidade do esforço cardiovascular.

C

Caixote: Termo informal para um salto ou obstáculo inesperado durante a corrida, exigindo agilidade e coordenação.
Canelite: Inflamação da canela, uma lesão comum em corredores devido ao excesso de treinamento ou uso de calçado inadequado.
Contínuo: Tipo de treinamento que envolve corrida sem pausas significativas, visando melhorar a resistência aeróbica.
Core: Treino focado nos músculos do tronco, glúteo máximo e reto abdominal, para melhorar a estabilidade e o equilíbrio, além de prevenir lesões.

D

Déficit de oxigênio: Diferença entre a quantidade de oxigênio consumida e a necessária durante o exercício, influenciando na fadiga e na recuperação pós-corrida.
Distância: Extensão total da corrida, variando de distâncias curtas (5 km) até ultramaratonas (100 km ou mais).
Drop: Refere-se à diferença de altura entre o calcanhar e a ponta do pé. Por exemplo: calçados com drop reduzido promovem uma pisada mais natural, enquanto aqueles com maior drop oferecem mais suporte ao calcanhar.

E

Educativos: Exercícios para melhorar a técnica de corrida, salientando aspectos como passada, postura e coordenação.
Endorfina: Hormônio liberado durante a corrida, associado à sensação de prazer e bem-estar.
Endurance: Capacidade de suportar esforços prolongados, sendo crucial para enfrentar distâncias mais longas (maratonas e ultramaratonas).
Escala de Borg: Escala subjetiva usada para medir a intensidade percebida do esforço, auxiliando no controle do ritmo durante a corrida.

F

Fartlek: Treinamento que combina corrida contínua com sprints e pausas, promovendo variação de intensidade e condicionamento cardiovascular.
Frequência cardíaca máxima (FC Máx): Número máximo de batimentos cardíacos por minuto durante o esforço, utilizado para determinar zonas de treinamento.

G

Gasto calórico ou energético: Quantidade de calorias queimadas durante a corrida, influenciada pela intensidade e duração do exercício.
Glicogênio muscular: Reserva de energia armazenada nos músculos, fundamental para sustentar o esforço durante a corrida.
Gel: Suplemento em forma de gel para fornecer energia rápida durante a corrida, contendo carboidratos e eletrólitos.

I

Intervalado: Método de treinamento alternando exercícios intensos com recuperação. Potencializa resistência cardiovascular e capacidade anaeróbica, promovendo eficiência e desempenho esportivo.

K

Km: Quilômetro, unidade de medida de distância comum em corridas, utilizada para marcar o percurso total.
Km/h: Quilômetros por hora, unidade de medida de velocidade em corridas, indicando o ritmo do corredor.

L

Longão: Refere-se a um treino específico de longa distância, geralmente realizado em preparação para corridas de resistência, como maratonas e ultramaratonas.
Limiar de lactato (LL): Momento em que o corredor atinge um ponto no qual a taxa de produção de ácido lático é igual à de remoção. Qualquer intensidade a partir dessa dará início ao processo de fadiga.

N

Número de peito: Identificação usada pelos corredores durante uma prova, contendo informações pessoais e facilitando o registro de resultados.

O

Obstáculo: Qualquer desafio físico ou mental encontrado durante a prática, exigindo habilidades adicionais além da corrida.

P

PACE: Ritmo médio por quilômetro durante a corrida, utilizado para monitorar a consistência e o ritmo do corredor.
Pacer: Corredor designado para manter um ritmo constante durante a corrida, auxiliando outros corredores a atingirem seus objetivos de tempo.
Passada: Comprimento de cada passo ao correr, influenciando a eficiência e a velocidade do corredor.
Percurso: Trajeto específico da corrida, variando em terreno e características, condicionando a estratégia do corredor.
Pipoca: Corredor não inscrito oficialmente em uma corrida, participando sem a autorização dos organizadores.
Pisada neutra: Tipo de pisada em que o pé aterrissa com o peso distribuído uniformemente, minimizando o risco de lesões.
Pisada pronada: Tipo de pisada caracterizado pela rotação interna excessiva do pé durante a corrida, com a parte interna absorvendo predominantemente o impacto.
Pisada supinada: Padrão de passada em que a parte externa do pé absorve predominantemente o impacto durante a corrida.
Planilha: Registro organizado de treinos com indicadores (distâncias e tempos, por exemplo), auxiliando no monitoramento do atleta.
Pliometria: Exercícios de treinamento que envolvem movimentos explosivos, visando melhorar a força e a potência muscular.
Postos de abastecimento: Pontos ao longo do percurso da prova com água, bebidas esportivas, frutas, alimentos e suplementos alimentares para reidratação e reposição de energias.
Pronador: Corredor cuja pisada tende para a parte interna do pé. Há desde pronadores leves até excessivos.

Q

Quebra-vento: Técnica de corrida para minimizar a resistência do ar, otimizando a eficiência do corredor em altas velocidades.
Quebrar: Palavra utilizada quando um atleta perde as forças em determinado momento da prova e não consegue completar a corrida (ou precisa diminuir o ritmo para chegar até o final).

R

Regenerativo: Treino leve com o objetivo de recuperar o corpo após um esforço intenso, promovendo a regeneração muscular.
Ritmo: Velocidade média mantida ao longo da corrida, crucial para a estratégia e o sucesso do corredor.
Rodagem: Corrida em um ritmo constante e confortável, frequentemente utilizada em treinos de base.
RP (recorde pessoal): Representa a melhor marca individual alcançada por um corredor em uma determinada distância ou prova.
Runaholic: Termo informal para alguém viciado em corrida, caracterizado pela paixão e dedicação intensa ao esporte.
Recuperação ativa: Momento entre um estímulo e outro durante o treinamento em que o corredor se mantém fazendo exercício com uma intensidade mais baixa do que o estímulo. É ideal para otimizar a capacidade de remoção do ácido lático.
Recuperação passiva: Momento entre um estímulo e outro durante o treinamento em que o corredor se mantém parado. É ideal para otimizar a resistência a altas concentrações de ácido lático.

S

Sapatilhas minimalistas: Calçados com menor suporte estrutural para promover uma pisada mais natural, fortalecendo os músculos dos pés.
Sprints: Corridas de curta distância em alta velocidade, desenvolvendo a potência e a velocidade do corredor.
Sobrecarga: Aumento na intensidade (velocidade) ou duração (tempo ou distância) do exercício.
Suplementação: Nutrientes ingeridos por meio de comprimidos ou shakes com orientação profissional, utilizados para a melhora do desempenho esportivo.
Supinador: Corredor que apoia a parte externa do pé com mais intensidade durante a passada.

T

Tênis de placa: Termo informal usado para descrever tênis de corrida com uma placa de fibra de carbono incorporada na entressola.
Tempo-Run (treino de ritmo): Treino focado em manter um ritmo específico por um período prolongado, aprimorando a resistência e o controle de ritmo.
Tendinite: Inflamação de um tendão. A principal causa é o esforço repetitivo a que o tendão é submetido durante a corrida.
Teste ergoespirométrico: Teste que tem como objetivo mensurar o VO2 máximo e os limiares aeróbico e anaeróbico.
Teste ergométrico: Teste cujo objetivo é avaliar o comportamento das respostas do sistema cardíaco durante o esforço.
Tiro: Tipo de treino intervalado composto por uma sucessão de esforços intensos intercalados por períodos de recuperação.
Trail running: Corrida em montanhas, trilhas, desertos ou qualquer tipo de terreno que seja acidentado.
Treinamento físico: Desenvolve o condicionamento geral ou específico visando atingir a máxima performance em um determinado espaço de tempo.
Treinamento funcional: Exercícios que atuam em vários planos e eixos ao mesmo tempo e, assim, desenvolvem força, coordenação, equilíbrio e resistência de forma global.
Treino de limiar: Treino com intensidade alta, próxima do limiar anaeróbico.
Treino regenerativo: Treino leve que geralmente é realizado no dia posterior a um treino intenso.

U

Ultramaratona: Prova com distância superior a 42 km. A BR 135 é a mais longa ultramaratona do Brasil, com 217 km.

V

Velocidade crítica: Máxima velocidade que o corredor pode manter por um período indeterminado de tempo.
Vmáx: Velocidade máxima de contração da fibra muscular.
VO2 máximo: Volume máximo de oxigênio que o corpo consegue consumir durante o exercício físico. É um indicador de potencial de um atleta e pode ser melhorado com os treinos. Cada indivíduo tem seu limite natural.

W

Wicking: Propriedade de tecidos que absorvem e dissipam a umidade, mantendo o corpo seco e confortável durante a corrida.

X

X-Training: Treinamento cruzado, envolvendo diferentes atividades além da corrida, para promover variedade, condicionamento e prevenção de lesões.

Y

Yoga pants: Calças justas e flexíveis, populares para exercícios e corridas, proporcionando conforto e liberdade de movimento.

Z

Zona de recuperação: Período após a corrida dedicado à recuperação física, envolvendo descanso, hidratação e técnicas de recuperação ativa.
Zonas-alvo: Limites mínimo e máximo de intensidade preconizados para o treino com o objetivo de obter a máxima performance.

Por: Pablo Mateus

Destaque

Parque Dom Pedro recebe 2ª etapa do Santander Track&Field Run Series com diversas modalidades

Avatar photo

Publicados

em

Única de Campinas com meia maratona (21 km) e prova Pet, corrida será realizada em 21 de julho; inscrições estão abertas

No próximo dia 21, o Parque Dom Pedro recebe a segunda etapa de 2024 do Santander Track&Field Run Series, maior circuito de corrida de rua da América Latina em número de provas. A etapa é a única do circuito em Campinas com meia-maratona (21 km). A prova conta, também, com percursos de 10 km, 5 km, e as modalidades Kids, para crianças de quatro a 11 anos, e Pet, na qual os competidores fazem o percurso acompanhados de seus animais de estimação por 2 km. Os interessados em participar devem se inscrever pelo aplicativo TFSports – plataforma que integra os eventos e experiências de bem-estar da Track&Field. 

O Parque Dom Pedro recebe etapas do circuito desde 2015. Na primeira etapa de 2024, realizada em abril, foram mais de mil competidores, sendo 152 meia-maratonistas. “Temos como princípio promover um estilo de vida mais saudável, com momentos incríveis para toda a família. Por isso, além das modalidades para os adultos, realizamos também a corrida kids. Para completar, este ano inovamos novamente, trazendo para Campinas, pela primeira vez, a corrida Pet, permitindo que o atleta corra com seu animal de estimação”, conta Taís Tavares, gerente de marketing do Parque Dom Pedro, administrado pela ALLOS, a mais completa plataforma de serviços, entretenimento, lifestyle e compras da América Latina.

A prova Kids é divida em quatro categorias: 4 e 5 anos, correm 50 metros; 6 e 7 anos, 100 metros; 8 e 9 anos, 150 metros; e 10 e 11 anos, a distância é de 200 metros. Considerada um dos esportes mais democráticos, a corrida é acessível à maioria das pessoas e oferece benefícios à saúde, além de pequenos desafios que estimulam os praticantes.

A retirada dos kits será realizada de 17 a 20 de julho, em um quiosque em frente à loja Track&Field Parque Dom Pedro, localizada no Corredor Flores. Todos os inscritos receberão um kit exclusivo com camiseta Thermodry e Gym Bag. Jáos pets receberão bandana de uso obrigatório no percurso. Todos que completarem a prova ganharão uma medalha e uma camiseta Finisher, exclusivas da prova.

“Nosso objetivo é conectar as pessoas a um estilo de vida ativo e saudável por meio de uma experiência de prova única, voltada tanto para quem está começando quanto para quem quer melhorar performance. Nossas parcerias com shoppings e patrocinadores são focadas em oferecer serviço e infraestrutura premium, tudo pensado nos mínimos detalhes para trazer conforto e segurança aos mais de 150 mil participantes em todo o Brasil.” destaca Fred Wagner, CEO da TFSports.

Santander Track&Field Run Series – 2ª etapa Parque Dom Pedro

Data: 21/07 (domingo)

Entrega dos kits: de 17 a 20 de julho, quiosque em frente à loja Track&Field Parque Dom Pedro, no Corredor Flores

Inscrições: Aplicativo TFSports

Cronograma de horários: 

04h30 – abertura do estacionamento

06h30 – largada 21 km

06h45 – largada 5 e 10 km

07h30 – apresentação musical

09h15 – modalidades Kids e Pet

*horários sujeitos a alteração

Por: Redação Runners Brasil


Continue lendo

Destaque

Mizuno lança Neo Vista, primeiro modelo da categoria Super Trainer

Avatar photo

Publicados

em

Unindo tecnologia e inovação, o produto foi criado para atender a rotina de treinos de corrida com as mesmas tecnologias dos tênis de prova

Uma nova categoria de tênis surge para atender aos desejos dos corredores e revolucionar os treinos – são os Super Trainers. E como marca de alta performance no Brasil, sempre investindo em inovação, a Mizuno acaba de lançar o Mizuno Neo Vista, modelo que combina tecnologias específicas dos super shoes – velocidade, amortecimento e estabilidade – em um produto com atributos próprios para treinos de velocidade. 

“É no treino que o corredor desenvolve a base necessária para evoluir e competir com performance. A Mizuno uniu o melhor dos dois mundos e criou um produto com versatilidade premium em seu primeiro Super Trainer, o Mizuno Neo Vista. A ideia é transformar a rotina de treinamento dos corredores em super treinos”, diz Rogério Barenco, General Manager da Mizuno. 

A junção das diferentes tecnologias faz do Mizuno Neo Vista um tênis único: amortecimento e retorno de energia com nova entressola Enerzy Nxt, transição mais suave com a geometria Smooth Speed Assist (SSA), além de toda estabilidade promovida pela placa Wave, composta por nylon e reforçada com fibra de vidro. 

Tecnologias em detalhes

Mizuno Enerzy Nxt: nova entressola com Mizuno Enerzy NXT que proporciona experiência aprimorada de amortecimento, oferecendo alta absorção de impacto e retorno de energia a cada passada, resultando em conforto superior e desempenho otimizado.

Smooth Speed Assist (SSA): presente nos modelos de alta performance da Mizuno, a geometria da entressola facilita a pisada com o antepé e garante transição mais rápida e suave durante a passada, melhorando eficiência e ritmo.

Placa Mizuno Wave: o Mizuno Neo Vista é equipado com placa Wave, feita de nylon e reforçada com fibra de vidro, promovendo a estabilidade necessária para as longas rotinas de treino. Tudo isso sem abrir mão do conforto, garantindo uma corrida eficiente e segura.

Soft Knit Upper: faz com que o cabedalse adapte à forma do pé, mantendo-o na posição correta e ajustado durante todo o treino.

Mizuno Neo Vista é uma experiência inigualável de corrida, ideal para corredores que buscam maximizar seus treinos e alcançar novos patamares de performance. É tecnologia para ir além!

Para ficar por dentro de todas as novidades da Mizuno, acesse mizunobr nas redes sociais.

Ficha técnica

MIZUNO NEO VISTA

Indicação: corrida

Tecnologias: Wave Knit, Mizuno Wave, Mizuno Enerzy NXT, Smooth Speed Assist

Peso: 265g (tamanho 40 masculino; o peso do produto varia de acordo com a numeração)

DROP: 8mm

Preço sugerido: R$ 1.199,99 O Mizuno Neo Vista já está à venda no site da marca: www.mizuno.com.br.

Por: Equipe Runners Brasil

Continue lendo

Destaque

Max Titanium lança dois novos sabores para seu 100% Whey

Avatar photo

Publicados

em

Focada em oferecer a melhor experiência e atender aos pedidos de seus consumidores, a Max Titanium está trazendo ao mercado dois novos sabores para a linha Whey 100%. Além da performance e da qualidade do produto, a marca do Grupo Supley inovou e apresenta os sabores Pistache com Chocolate Branco e Chocolate Maltado, para conquistar o paladar de novos clientes e diversificar a suplementação dos fãs da Max na rotina de treinos.
A linha 100% Whey da Max Titanium contém uma alta concentração de proteínas e alta quantidade de BCAA, além de um elevado valor biológico. É indicada para recuperar a ação muscular no pós-treino, já que tem rápida digestibilidade e concentração elevada de aminoácidos, fundamentais para promover a síntese proteica no organismo.

Por: Redação Runners Brasil

Continue lendo

Em Alta