Siga nossas redes sociais

News

Atletas do Trail Run encaram o desafio de correr na Floresta Amazônica neste fim de semana

Avatar photo

Publicados

em

Atletas de vinte estados do Brasil estão prontos para encarar neste fim de semana, uma das maiores aventuras do mundo trail run. O Mountain Do Selva Amazônica terá sua primeira edição e escolheu o estado do Amapá para realizar o evento que une esporte, cultura, segurança, entretenimento e consciência ambiental.

A experiência única em meio à rica fauna e flora da maior floresta tropical do mundo, testará a força, resistência e os limites de 520 corredores, nos dias 8 e 9 de junho. Eles vão desbravar as trilhas desafiadoras em percursos de 9km, 21km, 42km e 63km.

A ultramaratonista Letícia Saltori está na seleta lista dos 50 atletas que vão encarar 42km no sábado e 21km no domingo, completando o Desafio 63km do Mountain Do Selva Amazônica. Com vários títulos, e uma longa experiência em competições nacionais e internacionais em diversos terrenos e climas, a paranaense confessa que mesmo acostumada com acúmulo de volume e intervalos pequenos entre uma prova e outra, será um grande desafio correr na Floresta Amazônica, no Amapá, principalmente por causa do clima e dos cuidados além com a hidratação.

“Será uma experiência inédita. Não vejo a hora de encarar a Selva, principalmente por conhecer um lugar que já era parte de um sonho, que poderei realizar ao lado do meu marido (Marco Aurélio Piazza). O Mountain Do faz parte da nossa trajetória, primeiro com o Deserto do Atacama e agora essa estreia na Floresta Amazônica. Não tenho dúvidas que será sucesso e uma experiência incrível”, comenta empolgada Letícia pela oportunidade de participar da prova.

A escolha pelo Amapá

O Mountain Do é uma marca brasileira, que nasceu em Florianópolis (SC), especializada nos desafios mais extremos pelo mundo, com edições realizadas em 12 países. Há 21 anos organizando provas em desertos, na altitude e na neve, a inédita prova para desbravar a Floresta Amazônica surgiu a partir de um convite do governo do Amapá.

“Nós temos apostado em eventos como este, que unem o esporte e o turismo, porque são uma forte atividade econômica para o Amapá, respeitando sobretudo a floresta em pé”, afirma Clécio Luís, governador do Amapá.

O vice-governador, Teles Júnior, diz ainda que apoiar o Mountain Do é uma estratégia para atrair novos negócios, turistas, e para que o Amapá possa ter visibilidade nacional em diversas áreas esportivas, culturais e turísticas. Além de receber os atletas ao lado do governador, Clécio Luís, o vice Teles Júnior correrá os 9km da prova, no domingo.

“O Mountain Do escolheu o local que melhor representa a Amazônia brasileira, por ser a região mais bem preservada da floresta: o Amapá. E eu vou encarar esse circuito desafiador”, completa o vice-governador.

Desafios da Floresta Amazônica

Correr na Floresta Amazônica exige equilíbrio, agilidade e força. O percurso é praticamente plano, mas os atletas encontrarão muitas subidas e descidas, entre trilhas, estrada de chão e passagem por igarapés, que são pequenos riachos com água limpa, o que exige mais atenção. Será uma experiência desafiadora, mas acessível.

“Em vários trechos os atletas vão conseguir imprimir um ritmo bacana de corrida, mas em alguns momentos do percurso terão desvios pequenos. As trilhas e picadas foram abertas por mateiros, e a equipe do Mountain Do reforçou a limpeza para receber a prova. Para correr num terreno variado, é preciso ter um tênis especial para trilhas, com pequenas travas que ajudam na aderência”, comenta Kiko dos Santos, diretor técnico do Mountain Do.

Considerando que esta é uma época de chuvas no norte do país, além da alta umidade na floresta, os atletas vão enfrentar muito calor, com temperaturas previstas para oscilarem entre 24 e 28 graus. Por isso, a hidratação é ainda mais fundamental. Os postos de hidratação serão a cada cinco quilômetros, mas a recomendação é que os atletas levem mochila ou colete de hidratação, com no mínimo 1 litro de água, e reposição de eletrolíticos, além de carboidratos para garantir a energia até cruzar a linha de chegada.

Com uma biodiversidade incrível, outro obstáculo que os corredores vão ter que encarar na Floresta Amazônica é a quantidade de mosquitos. “O ideal é usar blusa de manga longa com tecido respirável, calças ou bermudas com meias até os joelhos, bandana e boné para se proteger. Além disso, caprichar no uso do repelente e protetor solar, e nada de ficar muito tempo parado durante a prova”, recomenda Kiko.

A organização do Mountain Do Selva Amazônica conta com a parceria do Exército Brasileiro e profissionais locais altamente qualificados e habilitados para atuar em meio à Floresta, oferecendo suporte imediato e rápido resgate, caso seja necessário, para garantir o bem-estar de todos os envolvidos.

Programação

Na sexta-feira, 07 de junho, às 11 horas, a prova será oficialmente lançada em uma cerimônia no Palácio do Governo para convidados com a presença do governador Clécio Luís, e vice-governador Teles Júnior. Já das 13h às 15h, na Fortaleza de São José do Macapá, será a retirada dos kits, para os 100 atletas que correrão os 21km e 42km no sábado.

A prova que marca o início do desafio, será na Fazenda Globo, que fica na pequena cidade de Porto Grande, a 108 quilômetros da capital Amapá. O grupo ficará em acantonamento em uma comunidade local e a largada no dia 08 de junho será às 7h15 da manhã.

O treinador de corrida e profissional de Educação Física, Felipe Costa da Silva, está na expectativa para chegar ao Amapá. O catarinense está acostumado a correr provas de montanha e trilhas, mas conta que até agora não teve uma experiência que se compare à Selva Amazônica.

“Sempre tive vontade de conhecer uma parte da selva, ainda mais correndo que é a minha paixão. Moro no Sul, e agora estamos num período de temperaturas mais baixas, então sei que os maiores desafios serão o calor e a umidade. Estou muito animado com a oportunidade de vivenciar os dois dias de prova, com percursos diferentes e ter a experiência de dormir na comunidade e conhecer a cultura da região”, destaca o ultramaratonista.

No domingo, o seleto grupo de 100 atletas, volta às trilhas para fechar os desafios 63km e 42km. Outros 420 atletas desbravarão os percursos de 9km e 21km em uma área de manejo sustentável, com bosques e trilhas, na Fazenda Andina, localizada a 28km do centro de Macapá. A largada será às 7h15 da manhã.

Kit da prova e Premiação

O kit da prova inclui itens essenciais para a aventura e experiência única de conexão com a natureza: porta-número com pochete e apito para os atletas dos 63km e 42km, número de peito com chip de cronometragem, mochila ultraleve e resistente à água, toalha, camiseta Dry Fit, bandana, squeeze, boné especial para a selva e seguro atleta. Após a prova, todos receberão o tão desejado medalhão Mountain Do Selva Amazônica.

Os dois dias intensos, desbravando as trilhas de um ambiente selvagem e imersos na cultura amazônica, serão comemorados no fim da tarde de domingo, a partir das 18h15 no Trapiche do Rio Amazonas, em frente ao Hotel do Forte com premiação e um show.

Todos os participantes dos 63km e 42km, receberão troféus. Já os campeões dos 63km e 42km serão coroados como o Rei e a Rainha da Selva, na soma dos tempos das provas.

Os 21km premiarão os três primeiros colocados na geral, além dos três melhores por categoria na faixa etária na meia maratona. Nos 9km, os cinco primeiros masculino e feminino receberão troféus.

Sobre o Mountain Do

O Mountain Do é pioneiro no trail running no Brasil, e se tornou uma referência neste universo da corrida. Teve sua primeira edição em 2003 em Florianópolis/SC, com a modalidade de revezamento em equipes. Em 2010 o Mountain Do expandiu suas etapas para diversas cidades do Brasil.

Em 2012 ultrapassou as fronteiras continentais chegando ao Deserto de Atacama (Chile), e nos anos posteriores iniciou sua trajetória na Patagônia Argentina com o Mountain Do Fim do Mundo no Ushuaia (2014), no Peru, com o Mountain Do Vale Sagrado dos Incas (2016), no Marrocos com o Mountain Do Deserto do Saara (2017), e mais recentemente chegou aos Alpes Europeus, com o Mountain Do Explorer Mont Blanc.

Em 21 anos de corrida, o Mountain Do já realizou mais de 90 corridas, e reuniu mais de 70 mil atletas de vários países. Uma jornada que continua colecionando experiências pelo mundo, proporcionando histórias inesquecíveis na corrida, sempre desafiando limites e explorando novos horizontes.

Mais informações: https://mountaindo.com.br/trail-run/mountain-do-selva-amazonica/

Conheça um trecho do percurso do Mountain Do Selva Amazônica: https://www.instagram.com/reel/C6MsX8TOPG2/?igsh=NXY5MjV2OTZ0ejhq

Por: Sabine Weiler

News

Ronaldo da Costa na Runners Brasil: Uma Lenda do Atletismo Brasileiro Compartilha sua Jornada de Superação

Avatar photo

Publicados

em

A Runners Brasil traz até você um episódio especial imperdível com Ronaldo da Costa, uma verdadeira lenda do atletismo brasileiro. Já disponível em nosso site, essa é uma oportunidade única para conhecer de perto a inspiradora trajetória de um dos maiores maratonistas que o Brasil já produziu.

Uma Jornada de Superação

Ronaldo da Costa não é apenas um nome na história do atletismo, é um exemplo vivo de superação e determinação. No episódio, Ronaldo nos leva desde os desafios iniciais que enfrentou na sua carreira, até os momentos de glória, incluindo quando quebrou o recorde mundial da maratona em Berlim, em 1998. Ele compartilha com sinceridade os obstáculos que teve de superar, revelando como cada dificuldade o fortaleceu e o impulsionou a alcançar seus objetivos.

Inspiração para a Nova Geração

Mais do que narrar conquistas, Ronaldo mostra como sua história pode inspirar a próxima geração de atletas. Ele fala sobre a importância da humildade, dedicação e do foco, elementos essenciais para se alcançar o sucesso em qualquer disciplina esportiva. Sua narrativa é um verdadeiro convite para jovens atletas e aspirantes a maratonista.

Dicas Preciosas e Conselhos

Além de relatar sua trajetória, Ronaldo da Costa também compartilha valiosas dicas e conselhos práticos para aqueles que sonham em seguir seus passos. Desde o treinamento, passando pela disciplina alimentar até técnicas de corrida, sua experiência traz insights únicos que podem fazer toda a diferença na preparação de novos corredores.

Convite Especial

Não perca essa oportunidade única! Convidamos todos os amantes do atletismo, treinadores, atletas amadores e profissionais a assistirem a este episódio especial com Ronaldo da Costa. Prepare-se para uma sessão inspiradora e cheia de aprendizados, diretamente de quem fez história no mundo da corrida.

Episódio Especial: Ronaldo da Costa – Uma História de Superação Já Disponível em: Runners Brasil – Ronaldo da Costa

Garanta seu lugar nessa jornada de inspiração e superação com Ronaldo da Costa. Esperamos por você!

Por: Pablo Mateus

Continue lendo

News

Z2 Performance lança a primeira pastilha de eletrólitos do Brasil desenvolvida pela Pronutrition

Avatar photo

Publicados

em

Suplemento auxilia o consumo prático de sais minerais por atletas e alivia tensão maxilar através do formato mastigável

A Pronutrition, indústria que desenvolve suplementos, alimentos e bebidas saudáveis e inovadores para diversos segmentos, desenvolveu, de forma inédita no Brasil, a primeira pastilha de eletrólitos nacional, que foi lançada nos sabores limão e hortelã pela Z2 Performance na sua linha Saltz. 

O item contém dez pastilhas mastigáveis e auxilia na reposição de sais minerais a partir de um blend de sódio, magnésio e potássio – nutrientes perdidos através do suor durante atividades de alta intensidade. O produto foi lançado no mês de junho, durante a maior feira de negócios em produtos naturais da América Latina, a Naturaltech, onde recebeu o terceiro lugar pelo prêmio de maior inovação da feira. 

Victor Castello Branco, fundador da Z2 Performance, enfatiza que ampliar a cartela de produtos no mercado é, também, ajudar as pessoas a alcançar seu potencial além de seus limites: “Tudo o que fazemos é para contribuir com o desenvolvimento humano e o nosso principal objetivo é estabelecer autoridade da Z2 como uma referência na comunidade esportiva, trazendo suplementos ainda mais inovadores”. 

De acordo com Francisco Neves, Diretor Geral da Pronutrition, os atletas possuem essa dor de praticidade de consumo durante as atividades de alto rendimento, e a ideia surgiu com o apoio do cliente parceiro: “Além de ser prática de carregar e consumir, a mastigação durante as atividades de alta intensidade, como triathlon, ajuda a aliviar a tensão muscular. Por isso, a ideia resolve, com inovação e qualidade, as dores desses consumidores e se encaixa perfeitamente na rotina do atleta”. 

Conforme o diretor, as pastilhas mastigáveis de eletrólitos oferecem diversos benefícios relevantes, sobretudo para esportistas, como redução de cãibras musculares, alívio do estresse térmico, aumento da resistência, manutenção dos níveis eletrólitos e rápida absorção por meio da mucosa bucal. Junto a isso, o movimento de mastigação, que ajuda a aliviar a tensão na mandíbula após muitas horas de prova, é um diferencial significativo.
 

“Novos formatos sempre abrem portas no mercado de suplementos. A praticidade e a personalização incentivam a adesão do público aos produtos, expandindo ainda mais o setor”, complementa Neves. 

Em relação ao futuro, o segmento global de suplementos alimentares encara forte crescimento. Apenas em 2025, o mercado deve ultrapassar US$ 252 bilhões (R$ 1,25 trilhão), chegando a uma Taxa de Crescimento Anual Composta (CAGR) de 7,5% em um período de dez anos, entre 2015 e 2025, conforme estudo recente da Future Market Insights (FMI).
  “É um mercado que só tende a crescer e a proporcionar produtos de altíssima qualidade. Estamos acompanhando cada passo para que possamos oferecer suplementos cada vez mais inovadores, como a Saltz”, finaliza o diretor.

Por: Redação Runners Brasil

Continue lendo

News

Itaú Uniclass é o patrocinador da On SP City Marathon 2024

Avatar photo

Publicados

em

Clientes com cartão de crédito contam com 20% de desconto nas inscrições

 No dia 28 de julho acontece a corrida On SP City Marathon com o patrocínio do Itaú Uniclass. Os clientes do segmento contam com 20% de desconto nas inscrições realizadas com os cartões Uniclass. Mais informações sobre as inscrições podem ser consultadas pelo site da Iguana Sports. A retirada dos kits acontece nos dias 26 de julho, das 8h às 20h, e 27 de julho, das 8h às 18h, no Expo Center, na zona norte de São Paulo. 

As inscrições possuem três tipos de kits: o Premium (por R$ 319,00) que conta com a camiseta de prova, camiseta finisher, gym sack, meia, número de peito e medalha para quem completar a prova; o Essencial (por R$ 239,00) com a camiseta de prova, número de peito e medalha para quem completar a prova; e o Econômico (por R$ 209,00), que conta com o número de peito e medalha para quem completar a prova. 

A prova, com distâncias de 42.2K e 21.1K passará por mais de 18 bairros icônicos da cidade, entre Pacaembu, Santa Cecília, Barra Funda, Vila Mariana, Paraíso, Ibirapuera, Vila Nova Conceição, Itaim Bibi, Vila Olímpia, Cidade Jardim, Butantã, Alto de Pinheiros e Cidade Universitária.

“Essa é mais uma parceria que reforça o nosso posicionamento em ser um aliado dos nossos clientes em suas conquistas por meio produtos e serviços, além de benefícios e vantagens, para que eles possam sempre ir além. Dessa vez, através do patrocínio da corrida SP City seguimos com um incentivo para seus resultados em longas distâncias, em uma prova que possibilita a participação em competições de rua em todo o mundo”, explica Natália Barreira.
Parte do calendário mundial de corridas de rua, a maratona segue uma série de critérios técnicos internacionais estabelecidos pela World Athletics, suas distâncias são aferidas por medidor da CBAT (Confederação Brasileira e Atletismo) e seus resultados são válidos para competições que exigem comprovação de tempo, como a Maratona de Boston, os campeonatos continentais e mundiais.

Por: Redação Runners Brasil

Continue lendo

Em Alta