Siga nossas redes sociais

Neurociência e a Corrida

O Ensaio Mental que te levará ao PÓDIO

Avatar photo

Publicados

em

Você acaba de cruzar a linha de chegada, olha para frente e percebe que VENCEU. Olha para o cronometro e vê o tempo INCRÍVEL que acaba de realizar. Por alguns segundos sente a sua respiração encher os pulmões e um entusiasmo preenche todo o seu corpo. Começa a olhar ao seu redor e percebe que as pessoas estão te aplaudindo em pé e ovacionando com palavras de reconhecimento pelo seu fantástico RESULTADO.

Sente neste momento uma energia revigorante preenchendo seu corpo, se sente forte, se sente feliz e quer retribuir tudo o que está acontecendo, quer contar para alguém, quer abraçar alguém, quer pular, quer gritar para o mundo a sua sensação de conquista.

Sente arrepios pelo seu corpo todo, olha novamente para o cronometro e confirma o resultado, VOCÊ CONQUISTOU A VITÓRIA. ”

Este é um exemplo de uma técnica que utilizamos com os atletas que querem CONQUISTAR algum resultado, nós chamamos de TÉCNICA DE VISUALIZAÇÃO.

Está técnica é praticada há mais de 50 anos na maioria dos esportes e hoje é usada por quase a totalidade dos atletas olímpicos e paraolímpicos. Os mesmos são treinados mentalmente para se perceberem na realização da sua performance como está o seu corpo, o seu pensamento, o seu sentimento, o seu comportamento, o seu foco e o que está escutando, vendo e sentindo até atingir o alvo.

Todas as etapas são estudadas estrategicamente e assim preparamos o seu corpo e a sua mente para funcionarem com UM SÓ SISTEMA e, todo ele, voltado para a obtenção do resultado desejado.

Treinamos todas as possíveis etapas que começa desde despertar o auto incentivo, a autodisciplina, a auto persistência até realizar os treinos, superar crenças limitantes e aprender com erros e acertos, com alegrias e frustrações. Todas as atitudes que conduzem o atleta ao pódio ou até mesmo para a vida levando uma pessoa normal ou um profissional ao topo de qualquer carreira.

A técnica consiste em várias etapas e aqui seguem as principais:

  1. Montar uma estratégia para direcionar quaisquer emoções ou pensamentos indesejados no momento da prova ou da meta a ser alcançada e substitui-las por um sentimento positivo e impulsionador;
  2. Utilizar metáforas para ensinar o cérebro a utilizar figuras linguagem conscientes e inconscientes e assim oferecer possibilidades de alternativas para mudar alguma situação negativa que possa te limitar;
  3. Olhar para qualquer situação que considere negativa e perceber os fatores positivos que ela oferece a você;
  4. Mentalizar detalhadamente e escrever todos os passos a serem dados para alcançar a sua meta. Faça e refaça este exercício várias vezes acrescentando sempre um detalhe a mais;
  5. Pratique a técnica de visualização desde o momento que é dada a largada até a chegada, permitindo-lhe a vivenciar todas as sensações e emoções ao se imaginar atingindo o objetivo.

A nossa dica CAMPEÃ para você é: Desenvolva a sua capacidade mental tanto quanto a sua capacidade física.

Leia na edição anterior sobre o tema “90% do meu recorde pessoal é mental”.

Neurociência e a Corrida

O que a neurociência fala sobre a Corrida para as Mulheres

Avatar photo

Publicados

em

A prática da corrida tem se estabelecido como uma atividade física benéfica e acessível para pessoas de todas as idades e níveis de condicionamento. No entanto, a importância específica da corrida para as mulheres vai além da simples promoção da saúde física. Este artigo explora os inúmeros benefícios que a corrida pode oferecer às mulheres, abordando tanto aspectos físicos quanto mentais.

1. Saúde Cardiovascular e Controle de Peso:

A saúde cardiovascular é um aspecto crucial da qualidade de vida, e a prática regular da corrida é um meio eficaz de fortalecer o sistema cardiovascular. Mulheres que correm regularmente tendem a apresentar menor incidência de doenças cardíacas, pressão arterial mais baixa e melhores níveis de colesterol. Além disso, a corrida é uma ferramenta valiosa para o controle de peso, auxiliando na manutenção de uma composição corporal saudável.

2. Fortalecimento Muscular e Ósseo:

A corrida envolve uma variedade de grupos musculares, contribuindo para o fortalecimento do corpo como um todo. Esse fortalecimento não apenas melhora o desempenho atlético, mas também auxilia na prevenção de lesões e no suporte à saúde óssea, crucial para as mulheres, especialmente após a menopausa.

3. Empoderamento e Autoestima:

Correr proporciona um sentimento de empoderamento e conquista pessoal. Ao estabelecer metas de corrida e superá-las, as mulheres experimentam um aumento na autoestima e confiança. Muitas mulheres encontram na corrida uma forma de desafiar limites e conectar-se com uma comunidade vibrante de corredoras. Isso transcende a pista de corrida, refletindo-se positivamente em outras áreas da vida, promovendo uma mentalidade resiliente e determinada.

4. Saúde Mental, Sono Reparador, Bem-Estar Emocional e Longevidade:

A saúde mental é uma área em que a corrida exerce impacto significativo. A liberação de endorfinas durante a corrida é conhecida por reduzir o estresse, aliviar a ansiedade e combater a depressão. A prática regular proporciona um ambiente propício para a reflexão e clareza mental, contribuindo para o equilíbrio emocional, além de proporcionar uma melhor qualidade do sono, mais profundo e reparador e, também, a corrida esta associada a uma maior expectativa de vida e envelhecimento mais saudável.

5. Networking e Comunidade:

Participar de grupos de corrida ou eventos esportivos cria oportunidades para as mulheres se conectarem umas com as outras. Essa comunidade oferece apoio, motivação e uma rede de amizades valiosas, fortalecendo os laços sociais e proporcionando um ambiente encorajador.

Conclusão:

A prática da corrida é mais do que uma simples atividade física; é uma ferramenta poderosa para promover a saúde e o bem-estar holísticos das mulheres. Além dos benefícios físicos tangíveis, a corrida desempenha um papel crucial na construção de uma mentalidade resiliente, confiante e equilibrada. Encorajar e apoiar as mulheres na incorporação da corrida em suas vidas não apenas transforma o seu bem-estar individual, mas contribui para uma sociedade mais saudável e empoderada como um todo.

Por: Carlos Campelo

Continue lendo

Neurociência e a Corrida

10 (dez) mais 10 (dez)

Avatar photo

Publicados

em

Super dicas baseadas na neurociência que irão elevar o patamar da sua corrida:

1 – Visualização positiva: Antes da corrida, visualize-se completando a atividade com sucesso. Isso ajuda a preparar sua mente para o desafio e aumenta sua confiança.

2 – Afirmações positivas: Use afirmações positivas para reforçar sua confiança e motivação. Dizer coisas como “Eu sou forte” ou “Eu posso fazer isso” pode impactar positivamente seu estado mental. Crie seu mantra.

3 – Foco no momento presente: Mantenha-se no presente durante a atividade física, concentrando-se em sua respiração, passadas ou movimentos. Isso ajuda a evitar distrações mentais e melhora o desempenho.

4 – Respiração consciente: A respiração profunda e consciente ajuda a controlar a ansiedade e a manter o foco. Inspire pelo nariz, expire pela boca e sincronize sua respiração com seus movimentos.

5 – Música motivadora: Uma playlist energizante pode influenciar positivamente seu estado mental, aumentando sua motivação e resistência durante a corrida ou use dos sons externos como ancora para ativar sua força interior.

6 – Estabeleça metas claras: Defina metas específicas e alcançáveis para cada corrida ou treino. Isso proporciona um senso de propósito e ajuda a manter o foco. Conte sempre com ajuda de um profissional para estabelecer suas metas.

7 – Mindfulness e meditação: Praticar mindfulness e meditação pode ajudar a melhorar sua consciência corporal e a controlar pensamentos negativos, reduzindo o estresse e melhorando o desempenho.

8 – Autoconhecimento: Conheça seus limites, escute o seu corpo e respeite o seu planejamento. Isso ajuda a evitar lesões e a ajustar seu ritmo de acordo com sua condição física.

9 – Recompensas mentais: Estabeleça recompensas mentais para quando alcançar suas metas, como visualizar a sensação de realização após completar uma corrida desafiadora.

10 – Resiliência e pensamento positivo: Encare desafios como oportunidades de crescimento e desenvolvimento. Cultivar uma mentalidade positiva e resiliente pode te ajudar a superar obstáculos. Lembre-se que tudo é um aprendizado, até mesmo quando os resultados não são os esperados.

Poderíamos falar de mais algumas dicas? Sim, mas sempre é bom lembrar que é muito importante termos ao nosso lado, profissionais das mais variadas especialidades para que assim possamos obter os melhores e mais saudáveis resultados.

Baseado nisso, seguem aqui as outras 10 (dez):

1 – Sono adequado: Priorize o sono de qualidade. O descanso adequado melhora a recuperação muscular, a função cognitiva e a regulação do humor, todos essenciais para um bom desempenho físico.

2 – Alimentação balanceada: Mantenha uma dieta equilibrada, rica em nutrientes que promovam a saúde cerebral e a energia física, como ômega-3, vitaminas B e antioxidantes.

3 – Hidratação: Beba água regularmente para manter seu corpo e mente hidratados. A desidratação pode afetar negativamente o desempenho físico e cognitivo.

4 – Ativação do cérebro antes do exercício: Realize exercícios cerebrais antes do treino, como quebra-cabeças ou leitura rápida. Isso pode preparar sua mente para uma melhor concentração durante a atividade física.

5 – Música ritmada: Escolha músicas com batidas que coincidam com a frequência do seu ritmo de exercício. Isso pode melhorar a sincronização entre mente e corpo, otimizando a performance.

6 – Variedade nos treinos: Altere os tipos de exercícios regularmente. Isso mantém o cérebro engajado, evita o tédio e desafia diferentes grupos musculares.

7 – Intervalos de recuperação: Inclua intervalos de recuperação durante os treinos. Isso permite que o cérebro e os músculos se recuperem, melhorando a resistência e reduzindo o risco de lesões.

8 – Exercícios multissensoriais: Pratique atividades que envolvam vários sentidos, como treinamento funcional ou esportes em equipe. Isso estimula diferentes áreas do cérebro e melhora a coordenação.

9 – Autoconsciência durante o exercício: Preste atenção aos sinais do seu corpo e mente enquanto se exercita. Isso ajuda a evitar overtraining e a ajustar seu esforço de acordo com suas condições.

10 – Desafios cognitivos durante o exercício: Introduza desafios cognitivos durante o treino, como resolver problemas mentais ou fazer cálculos simples enquanto se movimenta. Isso aumenta a ativação cerebral e ajuda a melhorar o foco.

Lembre-se de que cada indivíduo é único, portanto, adapte essas dicas ao seu estilo de vida, preferências e necessidades. A combinação de cuidados com a mente e o corpo pode proporcionar melhorias significativas na sua atividade física.

Experimente essas dicas e adapte-as ao seu estilo pessoal para obter os melhores resultados.

Por: Carlos Campelo

Continue lendo

Neurociência e a Corrida

Eficiência e Segurança são palavras chaves para participar de um prova Trail Run

Avatar photo

Publicados

em

Durante uma prova Trail Run, o cérebro humano coordena várias funções simultaneamente para que o atleta tenha melhor desempenho com eficiência e segurança.

A seguir temos 7 (sete) funções importantes:

Percepção do ambiente: O cérebro recebe informações sensoriais dos olhos, ouvidos e outros sentidos para ajudar a entender e interpretar o ambiente ao redor. Ele analisa o terreno, a inclinação, a vegetação e outros obstáculos para ajustar sua estratégia de corrida e tomar decisões em tempo real;

    Controle motor: O cérebro coordena os movimentos musculares necessários para a corrida, enviando sinais elétricos através dos neurônios para ativar os músculos corretos. Ele monitora constantemente a postura, a técnica de corrida e o equilíbrio para garantir uma execução eficiente;

    Tomada de decisões: Durante uma corrida em trilhas, o cérebro está constantemente avaliando as informações sensoriais e tomando decisões rápidas. Ele precisa escolher o caminho mais adequado, calcular a velocidade e a força necessárias para superar obstáculos, como raízes de árvores, pedras e desníveis no terreno;

    Regulação do esforço: O cérebro monitora o nível de esforço físico e desempenha um papel na regulação da intensidade da corrida. Ele avalia os sinais de fadiga, como frequência cardíaca, respiração e sensação de cansaço, e ajusta a velocidade e o ritmo de acordo;

    Controle emocional: Durante uma corrida em trilhas desafiadoras, o cérebro também desempenha um papel importante no controle emocional. Ele pode ajudar a regular o estresse, a ansiedade e a motivação, mantendo um estado mental positivo e focado;

    Memória espacial: O cérebro usa a memória espacial para se lembrar do percurso, dos pontos de referência e da orientação geral. Isso permite que você navegue pela trilha de forma eficiente e evite se perder;

    Reação a estímulos inesperados: O cérebro está constantemente monitorando o ambiente em busca de sinais inesperados, como um galho caído ou um animal cruzando a trilha. Ele responde a esses estímulos desencadeando reações rápidas para evitar acidentes ou lesões.

    E temos uma oitava função:

    Diversão: Relaxe o cérebro, aproveite a paisagem e desfrute de momentos nos quais fará você estar mais conectado a natureza.

    Esses são apenas alguns dos muitos processos complexos que ocorrem no cérebro humano durante uma corrida em trilhas. O cérebro desempenha um papel vital na coordenação de todas essas funções para garantir uma experiência de corrida segura e eficaz.

    Por: Carlos Campelo

    Continue lendo

    Em Alta