Siga nossas redes sociais

Neurociência e a Corrida

90% do meu RP é mental

Avatar photo

Publicados

em

A maioria dos atletas tendem a treinar sua capacidade física, técnica e tática e acabam não conquistando os resultados planejados exatamente por não treinarem as suas emoções.

Não é apenas o recorde pessoal e sim tudo que se refere em conquistar um resultado, mesmo que seja apenas completar uma prova sem exigência de um tempo ou performance.

Por isso vamos falar das emoções.

Em princípio é saber que as emoções são o medo, a alegria, a raiva, a tristeza e o amor, são as reações instintivas do ser humano e acessadas via estímulos externos e internos. Enquanto os sentimentos são as formas de reação frente as emoções pelos valores pessoais que são importantes para o indivíduo.

É isso mesmo, sentimentos e emoções não são a mesma coisa.

Com esta constatação o atleta pode começar a conquistar os resultados desejados, focando nos sentimentos.

Os sentimentos são divididos em duas grandes vertentes os positivos e os negativos e surgem pelos valores frente as emoções. Os sentimentos que experimentamos são inúmeros e aqui seguem uma lista dos sentimentos mais marcantes que são os sentimentos negativos como irritação, hostilidade, baixa autoestima, depressão, procrastinação, desanimo, receio, frustração, ciúme, desespero e ansiedade, e os sentimentos positivos como gratidão, afeto, bem-estar, humor, alta autoestima, compaixão, confiança, empatia, esperança, paixão entre outros.

Todo dia são experimentos todo e quaisquer tipos de sentimentos, eles irão surgir em todos os momentos, inclusive nos momentos que são fundamentais para a realização do objetivo desejado.

Identificar os sentimentos mais marcantes são muitas vezes difíceis de identificar sozinho, porém possível fazer uma auto análise.

Para começar a fazer auto análise é estar atento aos sentimentos e um dos mais poderosos exercícios é responder as perguntas.

  1. O que estou sentindo neste exato momento?
  2. Como estou reagindo frente a este sentimento?
  3. Este sentimento está me ajudando ou não?
  4. Eu preciso deste sentimento?

Se não precisar deste sentimento comece então a treinar no que fazer para que ele não apareça naquele momento que mais for importante, naquela corrida alvo, naquela meta a ser batida, naquele recorde pessoal.

Como exemplo considere a seguinte frase “naquela subida eu vou quebrar”. Esta frase fará o atleta a sentir o que? Como será que o corpo dele reagirá? O sentimento irá ajuda-lo ou não? Ele realmente precisa deste sentimento? E esta frase “estou me sentindo bem e vou seguir exatamente como treinei” quais seriam as respostas para questões anteriores.

Neurociência e a Corrida

O Impacto da Corrida na Saúde Mental

Avatar photo

Publicados

em

A corrida é frequentemente exaltada por seus benefícios físicos evidentes: perda de peso, aumento da resistência cardiovascular e fortalecimento muscular. No entanto, o impacto positivo da corrida na saúde mental é igualmente poderoso, embora menos visível. Vamos explorar como esse esporte pode ser uma ferramenta vital para o bem-estar mental e emocional.

Redução do Estresse e Ansiedade

Um dos benefícios mais imediatos da corrida é a redução do estresse e da ansiedade. Quando corremos, nosso corpo libera endorfinas, conhecidas como “hormônios da felicidade”. Essas substâncias químicas naturais ajudam a melhorar o humor e a sensação geral de bem-estar. Além disso, a corrida reduz os níveis de cortisol, o hormônio do estresse, proporcionando uma sensação de calma e relaxamento após o exercício.

Melhoria do Humor e Combate à Depressão

A prática regular de corrida tem sido associada à diminuição dos sintomas de depressão. Estudos mostram que a corrida pode ser tão eficaz quanto a terapia medicamentosa para algumas pessoas. Isso ocorre porque a atividade física promove a liberação de neurotransmissores como serotonina e dopamina, que desempenham um papel crucial na regulação do humor.

Aumento da Autoestima

Superar desafios na corrida, como completar uma maratona ou simplesmente correr um quilômetro a mais do que o habitual, pode aumentar significativamente a autoestima. O senso de realização e progresso ajuda a construir uma imagem positiva de si mesmo, o que é essencial para a saúde mental. Cada passo dado na corrida é um lembrete de nossa capacidade de superar obstáculos e alcançar metas.

Clareza Mental e Melhor Concentração

A corrida não apenas beneficia o corpo, mas também a mente, promovendo clareza mental e melhorando a concentração. O fluxo constante de oxigênio e nutrientes para o cérebro durante o exercício ajuda a manter as funções cognitivas em alta performance. Muitos corredores relatam que encontram soluções para problemas e têm ideias criativas enquanto estão correndo, graças ao estado de meditação ativa que a corrida proporciona.

Fortalecimento das Relações Sociais

Correr em grupo ou participar de eventos de corrida cria oportunidades para fortalecer os laços sociais. A interação com outros corredores proporciona um senso de comunidade e apoio mútuo, que é vital para o bem-estar emocional. Compartilhar metas, vitórias e até desafios com outros entusiastas da corrida pode aliviar a sensação de isolamento e solidão.

Estabelecimento de uma Rotina Saudável

A criação de uma rotina regular de corrida pode trazer uma sensação de estrutura e controle à vida, o que é especialmente benéfico para aqueles que lutam com transtornos de ansiedade e depressão. A regularidade da prática esportiva oferece um ponto de estabilidade, ajudando a combater o caos e a imprevisibilidade que muitas vezes acompanham esses transtornos.

Conexão com a Natureza

Para aqueles que optam por correr ao ar livre, o contato com a natureza pode amplificar os benefícios da corrida. Estudos indicam que estar em ambientes naturais reduz o estresse, melhora o humor e promove uma sensação de bem-estar. Correr em trilhas, parques ou ao longo de praias não só desafia o corpo, mas também oferece um escape mental dos rigores da vida urbana.

Conclusão

A corrida é muito mais do que um exercício físico; é uma prática transformadora que pode fortalecer a saúde mental de diversas maneiras. Desde a redução do estresse até a melhoria da autoestima, os benefícios mentais e emocionais da corrida são profundos e duradouros. Portanto, lace os tênis, coloque os pés na estrada e descubra como a corrida pode ser uma poderosa aliada na busca por um equilíbrio mental e emocional.

A transformação começa com o primeiro passo. Corra para a saúde, corra para a felicidade, corra para uma mente mais forte e resiliente.

Por: Redação Runners Brasil

Continue lendo

Neurociência e a Corrida

Por Que Eu Corro e Não Emagreço?

Avatar photo

Publicados

em

Correr é uma das atividades físicas mais populares e eficazes para quem busca emagrecer e melhorar a saúde. No entanto, muitos corredores, inclusive eu, enfrentam o dilema de verem poucas mudanças na balança, apesar de todos os esforços. A resposta para essa frustração pode não estar na nutrição esportiva, mas sim na maneira como nos sabotamos.

O Perigo das Calorias Queimadas

Ao final de cada corrida, olhamos para o relógio ou aplicativo e vemos nossa performance e as calorias queimadas. Esse número, que deveria ser um motivador, muitas vezes se transforma em uma armadilha mental. Nossa mente começa a nos enganar, dizendo que podemos comer mais porque queimamos muitas calorias. É como se cada quilômetro corrido fosse uma licença para nos entregarmos às tentações culinárias.

A Tentação do “Você Merece”

É fácil cair na tentação de recompensar-se após um treino intenso. A mentalidade de “eu mereço” é poderosa e muitas vezes resulta em escolhas alimentares que anulam todo o esforço físico. Nos dias em que não corremos, nossa disciplina alimentar parece ser mais forte. Isso acontece porque, quando não temos as calorias queimadas como justificativa, nos tornamos mais conscientes e controlados.

A Casca de Banana da Autossabotagem

Essa autossabotagem é como uma casca de banana na qual escorregamos repetidamente. Sabemos que deveríamos manter uma alimentação equilibrada, mas a satisfação imediata de um lanche extra parece irresistível. O problema é que essa indulgência acaba se tornando um hábito que impede o progresso no emagrecimento.

Mentalidade Forte e Disciplina

A chave para superar essa sabotagem está em desenvolver uma mentalidade forte e disciplina. Precisamos desafiar os pensamentos que nos levam a compensar as calorias queimadas com comida. Aqui estão algumas estratégias que podem ajudar:

  1. Reavalie Seus Objetivos: Lembre-se do porquê você começou a correr. Manter seus objetivos em mente pode ajudar a resistir às tentações.
  2. Planeje Suas Refeições: Tenha um plano alimentar que contemple refeições equilibradas e saudáveis. Planejar ajuda a evitar decisões impulsivas.
  3. Controle as Porções: Queimar calorias não significa que você pode comer qualquer quantidade. Mantenha o controle das porções para garantir que você não está consumindo mais do que deveria.
  4. Mindfulness: Pratique a alimentação consciente. Preste atenção ao que você come, saboreie cada mordida e reconheça quando está satisfeito.
  5. Consistência é a Chave: Lembre-se de que o emagrecimento é um processo contínuo. Pequenos deslizes não devem se transformar em grandes quedas. Mantenha-se firme em seus hábitos saudáveis.

Reflexão Pessoal

Eu, como corredor, também enfrento esse desafio. Sei como é complicado lidar com a tentação de comer mais depois de um treino. Escorregar na casca de banana da autossabotagem é uma realidade para muitos de nós. No entanto, acredito que com uma mentalidade forte e disciplina, podemos superar esses obstáculos e alcançar nossos objetivos.

Reflita sobre suas próprias experiências e veja como pode aplicar essas estratégias na sua rotina. A jornada para o emagrecimento não é apenas física, mas também mental. Mantenha-se firme e continue correndo em direção aos seus objetivos!

Me conta aqui nos comentários se isso só acontece comigo ou você também sofre dessa tentação.

Por: Pablo Mateus @pablomateusrb

Continue lendo

Neurociência e a Corrida

O que a neurociência fala sobre a Corrida para as Mulheres

Avatar photo

Publicados

em

A prática da corrida tem se estabelecido como uma atividade física benéfica e acessível para pessoas de todas as idades e níveis de condicionamento. No entanto, a importância específica da corrida para as mulheres vai além da simples promoção da saúde física. Este artigo explora os inúmeros benefícios que a corrida pode oferecer às mulheres, abordando tanto aspectos físicos quanto mentais.

1. Saúde Cardiovascular e Controle de Peso:

A saúde cardiovascular é um aspecto crucial da qualidade de vida, e a prática regular da corrida é um meio eficaz de fortalecer o sistema cardiovascular. Mulheres que correm regularmente tendem a apresentar menor incidência de doenças cardíacas, pressão arterial mais baixa e melhores níveis de colesterol. Além disso, a corrida é uma ferramenta valiosa para o controle de peso, auxiliando na manutenção de uma composição corporal saudável.

2. Fortalecimento Muscular e Ósseo:

A corrida envolve uma variedade de grupos musculares, contribuindo para o fortalecimento do corpo como um todo. Esse fortalecimento não apenas melhora o desempenho atlético, mas também auxilia na prevenção de lesões e no suporte à saúde óssea, crucial para as mulheres, especialmente após a menopausa.

3. Empoderamento e Autoestima:

Correr proporciona um sentimento de empoderamento e conquista pessoal. Ao estabelecer metas de corrida e superá-las, as mulheres experimentam um aumento na autoestima e confiança. Muitas mulheres encontram na corrida uma forma de desafiar limites e conectar-se com uma comunidade vibrante de corredoras. Isso transcende a pista de corrida, refletindo-se positivamente em outras áreas da vida, promovendo uma mentalidade resiliente e determinada.

4. Saúde Mental, Sono Reparador, Bem-Estar Emocional e Longevidade:

A saúde mental é uma área em que a corrida exerce impacto significativo. A liberação de endorfinas durante a corrida é conhecida por reduzir o estresse, aliviar a ansiedade e combater a depressão. A prática regular proporciona um ambiente propício para a reflexão e clareza mental, contribuindo para o equilíbrio emocional, além de proporcionar uma melhor qualidade do sono, mais profundo e reparador e, também, a corrida esta associada a uma maior expectativa de vida e envelhecimento mais saudável.

5. Networking e Comunidade:

Participar de grupos de corrida ou eventos esportivos cria oportunidades para as mulheres se conectarem umas com as outras. Essa comunidade oferece apoio, motivação e uma rede de amizades valiosas, fortalecendo os laços sociais e proporcionando um ambiente encorajador.

Conclusão:

A prática da corrida é mais do que uma simples atividade física; é uma ferramenta poderosa para promover a saúde e o bem-estar holísticos das mulheres. Além dos benefícios físicos tangíveis, a corrida desempenha um papel crucial na construção de uma mentalidade resiliente, confiante e equilibrada. Encorajar e apoiar as mulheres na incorporação da corrida em suas vidas não apenas transforma o seu bem-estar individual, mas contribui para uma sociedade mais saudável e empoderada como um todo.

Por: Carlos Campelo

Continue lendo

Em Alta