Começou a correr e está sentindo dor na “canela”?

post003

A síndrome de estresse do tibial medial, conhecida como periostite medial de tíbia ou Canelite, é uma inflamação
no periósteo (camada que recobre o osso) e estruturas adjacentes como músculos e tendões, podendo evoluir para fratura por estresse.

Lesões são sempre multifatoriais, e ocorrem geralmente por erros de treinamento, como volume e intensidade muito acima de acordo com o nível de condicionamento e fortalecimento atual, fatores anatômicos, superfícies e calçados inadequados, falta de fortalecimento específico e erros na biomecânica da corrida.

Não é normal correr sentindo dor ou após o treino dores que persistem, o mais indicado nessas situações é o repouso e a aplicação de gelo de preferência em um balde de água com gelo para atingir uma superfície maior. A falta de fortalecimento desta musculatura pode ser crucial para que tais sintomas surjam e caso persista um médico deverá ser consultado.

Há uma diferença entre a dor fisiológica (muscular) relacionada à adaptação do organismo ao esforço e a dor patológica relacionada ao possível início de uma lesão, fiquem ligados e tenha percepção em relação à isso.

Dicas fortalecimento tibial:
• Sentando em um banco, com os joelhos flexionadas em torno de 90° levantar simultaneamente a ponta dos pés mantendo o calcanhar apoiado e realizar a batida da planta dos pés no chão por 30 segundos aumentando, aos poucos, até um minuto. A evolução de tempo deve ocorrer de acordo com o aumento da resistência da musculatura.

•Caminhar apoiando apenas os calcanhares: Caminhe em torno de 10 metros, apoiado apenas sobre os calcanhares, realizando passadas curtas. Executar pelo menos quatro vezes.

•Dorsiflexão com elásticos: Deitado, com uma das pernas elevadas e um elástico preso no peito do pé, realizar a dorsiflexão, segurando com as mãos as pontas do elástico com a perna, tensionando o elástico para cima.

•Dorsiflexão com caneleiras: Sentado com os calcanhares apoiados, executar o movimento de dorsiflexão (ponta do pé para cima), com caneleiras colocadas na ponta dos pés.

•Avião: Em pé, apoiado sobre uma única perna e mantendo o joelho levemente flexionado por pelo menos 30 segundos de cada lado. Realize pelo menos 2 séries.

Respeite sua periodização de treinamento e a adaptação do seu corpo ao esforço, repouso também faz parte do treinamento! Bons treinos! Sem dores! Morgana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.