Não existem alimentos bons ou ruins!

batata-doce

Como a Nutrição está na moda, houve o aumento significativo da propagação de informações através das mídias sociais e outros canais na internet, tanto por profissionais Nutricionistas, quanto por indivíduos sem formação para esse fim. É aí que se inicia o problema pois, frequentemente, os divulgadores sem formação compartilham informações que não estão de acordo com a ciência, e o pior, que causam impacto negativo para a saúde do público leigo, que não sabe verificar a veracidade do conteúdo divulgado.

Um dos erros mais comuns que afeta multidões nas mídias sociais, são as classificações dos alimentos entre “bons” e “ruins”. As publicações propagadas nesses formatos, normalmente, são inverdadeiras e nocivas à saúde alimentar e mental do paciente, que acaba excluindo tais alimentos de forma definitiva do cardápio. Por isso, saibam que nenhum alimento isolado é capaz de curar ou causar uma doença, incluindo o sobrepeso e a obesidade, que possui etiologia multifatorial. Em um plano alimentar saudável é possível, e até recomendado, o consumo de todos os grupos de alimentos, para que as necessidades de macro e micronutrientes diárias sejam atingidas.

Portanto, não se deixe influenciar por quem propaga ideias alimentares radicais. A melhor dica é ter uma alimentação diversificada, que garanta sua saúde física, mental e social!

aricia_motta (1)

Instagram: @ariciamotta

– Mestre em Ciência da Motricidade Humana,
  Universidade Castelo Branco (UCB/RJ)
– Pós-graduada em Atividade Física e Suas Bases
  Nutricionais, Universidade Veiga de Almeida (UVA/RJ)
– Pós-graduada em Esporte e Recuperação, Escola Superior
  de Educação Física e Fisioterapia do Estado
  de Goiás (ESEFFEGO)
– Curso de Atualização em Alimentação e Esporte,
  Universidade de Murcia e Centro de Alto Rendimento
  (CAR) de Alicante (Centro de Treinamento e pesquisas
  de alto rendimento do Comitê Olímpico Español)
– Curso em Terapia Cognitivo Comportamental para
  Nutricionistas
– Graduação em Nutrição, Universidade Federal
  de Goiás (UFG)
– MBA Gestão em Saúde
– Behavioral Analyst, Instituto Brasileiro de Coaching (IBC)
– Professional & Self Coaching, IBC, IAC, ECA, GCC
– Leader Coach, IBC, BCI
– Membro da Academic Society for Funcional Foods
  and Bioactive Compounds (ASFFBC)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s